Fazemos uma avaliação inicial ou prestamos uma segunda opinião técnico-científica de uma ciência forense, para apresentar em tribunal, seguradora ou outra entidade, na qual se discutem e fundamentam pontos relativos a questões forenses, incluindo a morte ou o dano corporal físico ou psíquico.
O que fazemos?
Produzimos um parecer forense que pode envolver a avaliação da pessoa, análise documental ou a análise de uma perícia forense elaborada previamente.
Apoio na contestação, elaboração de quesitos, análise de outras perícias e outros esclarecimentos.
Num prazo máximo de apenas 15 dias, elaboramos um parecer.
Comparência do consultor forense para esclarecimentos em julgamento ou como consultor técnico.

Quais as Vantagens?
Asseguramos a total confidencialidade das informações prestadas.
O parecer forense produzido, com eventual necessidade de comparência do consultor em tribunal, permite fazer uma discussão técnico-científica detalhada, fundamentada e rigorosa, acabando por funcionar como uma “contraperícia”.
A independência e a credibilidade da nossa avaliação reduz a litigância ao auxiliar as partes envolvidas a chegar a acordo, permitindo uma mais rápida resolução pré-judicial que evita que o caso vá a julgamento.

Equipa envolvida
A avaliação é realizada por uma equipa multidisciplinar, que integra consultores de áreas forenses e médicos especialistas de medicina legal, de acordo com o caso em concreto.
Em que situações se faz?
Situações de morte com eventual autópsia médico-legal que envolvam:
. suspeita de crime — intervenção de Criminologia
. resultado toxicológico — intervenção de Toxicologia Forense
. resultado genético — intervenção de Genética e Biologia Forense
. análise de ossos — intervenção de Antropologia Forense
. análise de dentes — intervenção de Medicina Dentária Forense
Situações de dano corporal pós-traumático que envolvam:
. agressões e violência doméstica — intervenção de Genética e Biologia Forense, Enfermagem Forense ou Serviço Social Forense
. acidente de trabalho dos quais resulte grande incapacidade profissional, incluindo IPATH ou IPA — intervenção de Ergonomia Forense ou Serviço Social Forense
. ação de tóxicos sobre pessoas, nomeadamente, a influência de álcool ou drogas de abuso na condução — intervenção de Toxicologia Forense
. acidente de viação — intervenção de Acidentologia Rodoviária

Informações úteis
Ciências forenses
Toxicologia Forense — Aplicação forense de conhecimentos analíticos de toxicologia relacionadas com intoxicações (como etanol, opioides, canabinoides, anfetaminas, cocaína, alucinogénios, monóxido de carbono, cianetos, pesticidas ou metais) e suas consequências, mortais ou não.
Genética e Biologia Forense — Aplicação forense de conhecimentos de genética com identificação genética de pessoas e vestígios suspeitos colhidos em perícias criminais, como, por exemplo, a identificação do agressor em crimes de abusos sexuais.
Medicina Dentária Forense — Aplicação forense de conhecimentos médico-dentários na área da identificação de pessoas (vivas ou cadáveres) ou avaliação do dano corporal a nível orofacial.
Criminologia — Ciência que estuda os indícios criminais no local do crime com o objetivo de identificar o criminoso e as circunstâncias do crime.
Antropologia Forense — Aplicação forense de conhecimentos de antropologia biológica relacionada com identidade, lesões traumáticas e circunstâncias da morte (em cadáveres em avançado estado de decomposição ou esqueletizados) ou estimativa da idade em menores de idade (para efeitos de imputabilidade criminal ou asilo político).
Enfermagem Forense — Aplicação forense de conhecimentos de enfermagem em vítimas de violência, nomeadamente, vítimas de agressões e violência doméstica.
Serviço Social Forense — Aplicação forense do trabalho social, como o acompanhamento de vítimas menores e respetivas famílias em casos de abuso e negligência ou o acompanhamento de sinistrados que sofram grave alteração da funcionalidade, com o objetivo de aferir aspetos psicossociais, adaptação ao domicílio, condições habitacionais e articulação com instituições públicas e privadas para apoios futuros e eventual reintegração no mercado laboral.
Ergonomia Forense — Aplicação forense da análise ergonómica (incluindo do posto de trabalho) no sentido de avaliar ou otimizar a relação entre as capacidades e limitações das pessoas e os sistemas e produtos com as quais interagem.
Acidentologia Rodoviária — Aplicação forense de conceitos de mecânica dos materiais e engenharia estrutural ao campo da interação corpo humano e materiais lesionais com o objetivo de estudar os acidentes de viação, por forma a determinar a responsabilidade dos mesmos. Para efeitos de reconstituição, são usados modelos biomecânicos 3D que permitem determinar trajetórias, ações dos condutores, posições iniciais e finais e velocidades ao longo do acidente.
Outras ciências forenses:
Balística Forense
Arqueologia Forense
Botânica Forense
Entomologia Forense
Física Forense
Análise de Padrões de Manchas de Sangue
Lofoscopia
Palinologia Forense
Ligações úteis
Associação Portuguesa de Ciências Forenses
Núcleo de Investigação de Acidentes Rodoviários